Archive for the ‘artistas’ Category

VOLTANDO

November 10, 2009

Ainda tem alguém aí?

O computador parou de funcionar e daí que o blog ficou aqui meio abandonado, mas agora vai. DE VOLTA.

+++

Como ainda tá devagar, aproveito pra divulgar uma série de entrevistas lindas que a Eliane Testone fez para o blog Minas de Ouro.

Ela conversou com 10 garotas que desenham e têm trabalhos super especiais.

luciana araújo

Luciana Araújo

pacolli

Pacolli

carla barth

Carla Barth

Por enquanto já dá pra ler: Luciana Araújo, Pacolli e Carla Barth. Cada semana mais uma, entra lá.

EXPO///ABALO BOREAL E ENTRE (OUTROS)

September 3, 2009

Hoje a noite rola no Espaço +Soma a abertura da expo Abalo Boreal de Dea Lellis e a coletiva Entre (Outros) que conta com 20 artistas que já publicaram alguns trabalhos na revista +Soma.

abalo boreal

Abalo Boreal é a primeira exposição de desenhos de Dea, e já carrega a responsa de ser uma individual. São 14 desenhos de acrílica sobre papel, todos inseridos no universo gelado do Ártico. Foram 2 meses de pesquisa e produção em que Dea desenvolveu seus trabalhos juntando Mitologia Inuíte, animais polares e suas meninas e meninos já característicos dos seus desenhos.

dea lellis

De alguma maneira Dea quase sempre coloca seus personagens em situações bem peculiares, trazendo algumas críticas, mas como ela mesma diz “tudo por diversão, só pra zuar certos exageros”.

entre (outros)

Abalo Boreal e Entre (Outros)

Abertura: 3 de setembro de 2009 – das 19h às 23h

Quando: De 4 de setembro a 10 de outubro de 2009 – terça a sábado, das 12h às 20h

Onde: Espaço + Soma
Rua Fidalga, 98 – Vila Madalena – São Paulo

LOJINHA///REVISTA NÚMERO A

August 13, 2009

A partir de agora quero começar a trazer algumas publicações independentes para vender pelo blog.

Essa é uma das coisas que mais gostaria que desse certo, porque sei o quão difícil é parar pra produzir coisas assim com uma qualidade e conteúdo legais. Espero que todo mundo que curte a idéia do blog comece a apoiar os artistas, começando a comprar esse tipo de material, sejam zines, revistas, posters entre outras coisas.

Para quem produz não tem felicidade maior do que ver o material pronto e impresso, depois de um tempo se dedicando e brigando com a gráfica ou acertando e errando na máquina de xerox. E tudo isso porque no fim a gente quer mesmo que alguém olhe aquilo e tenha vontade de ter e de mostrar por aí. Então resumindo, quem puder, compre. 🙂

Esse é o tipo de grana bem gasta para quem curte o trabalho dos artistas, primeiro porque geralmente são coisas baratas e segundo porque a grana que entra para o artista acaba servindo para ele produzir mais coisas legais.

Se alguém tiver alguma publicação e estiver precisando de espaço para divulgar, me mande e-mail! A idéia é que muito em breve a gente comece a publicar e vender nosso próprio material.

A primeira publicação que passa aqui pelo blog é a Revista Número A, de Buenos Aires, criada por Lala Ladcani e pela Editora Dos Fuerzas. A revista tem um formato de zine e é dividida em 4 livretos: A, B, C e D.

O projeto traz ilustrações de nomes como Mike Perry, Rui Tenreiro, Jeremyville, Shobo Shobo e dos brasileiros Rimon Guimarães e Talita Hoffmann.

Conheça um pouco sobre a Revista e sobre a Lala nessa entrevista:

revista número A

HANDS: Como surgiu a idéia de fazer a revista número A?

Lala Ladcani: Tinha vontade de reunir em uma publicação todos os artistas de quem eu gostava. Contei sobre o projeto para a Editora Dos Fuerzas e descobri que eles também estavam interessados em fazer algo parecido. Então, nos juntamos para criar a revista A.

revista número A

H: Como foi a seleção dos artistas?

L: Demorou um tempo. Selecionamos todos juntos e no geral tínhamos as mesmas idéias de nomes. Convidamos todos os artistas que queríamos e quase todos toparam participar.

revista número A

H: A revista tem o trabalho do Rimon Guimarães e da Talita Hoffman que são brasileiros, quem mais você conhece aqui do Brasil?

L: Conheço a Pacolli e adoro o trabaho da Carla Barth. Acredito que viver no Brasil deve ser algo muito inspirador. É outra energia, muito diferente da de Buenos Aires. Só conheci o aeroporto internacional, mas queria muito poder visitar o Brasil, assim que superar meu medo de voar, certamente visitarei.

revista número A

H: Você tem vários projetos pessoais que consegue desenvolver paralelamente aos trabalhos comerciais. Como você consegue divulgar e vender eles aí em Buenos Aires?

L: Atualmente estou ilustrando um livro infantil, algo que queria fazer já há muito tempo. Há pouco tempo fiz a capa do disco do Homiepie, uma banda brasileira. Trabalhei em agências e estúdios, mas me sentia muito cansada e sem tempo para meu próprios projetos. Em geral, o que mais gosto são os trabalhos pessoais, como as bolsas e carimbos que fiz para uma padaria. A vezes tenho dificuldade para manter equilíbrio entre o trabalho comercial e o pessoal, mas sempre tento fazer ambas as coisas.

revista número A

H: Sei que em Buenos Aires existem muitas lojinhas lindas, pequenas galerias, como é a relação entre as pessoas que criam coisas legais por aí?

L: É interessante que esses espaços tenham surgido. Nos últimos anos, foram inauguradas muitas galerias e livrarias que mostram o trabalho de artistas jovens. Em alguns desses lugares, há até oficina de artes. São lugares que mostram os trabalhos de pessoas que provavelmente não conseguiriam expor em galerias grandes. No entanto, as pessoas que expõem e as pessoas que visitam esses lugares novos são as mesmas, o que gera um círculo fechado. De qualquer maneira, me parece legal que comecem a aparecer lugares que oferecem coisas diferentes.

revista número A

H: E qual o próximo projeto que tem em vista?

L: Estamos organizando oficinas de arte para crianças feitas com materiais recicláveis. A intenção é ensinar a trabalhar livremente com materiais que geralmente são descartados. No final da oficina, os meninos levam um joguinho criado por eles mesmos.

Para conhecer mais do trabalho da Lala entre no site dela. Para saber mais informações sobre a Revista clique aqui.

LOJINHA: REVISTA NÚMERO A

Conjunto A, B, C e D (4 livretos com 32 páginas cada): R$ 40,00 + frete *compre o conjunto e divida com os amigos

Livretos individuais: R$ 12,00 (cada) + frete

Mande um e-mail com seu pedido e endereço para: emailhands@gmail.com *Pagamento por transferência ou depósito. *Se você for de São Paulo podemos combinar a entrega pessoalmente.

BRUNO B. DICOLLA///WORK IN PROGRESS

July 24, 2009

bruno b. dicollaBRUNO B. DICOLLA http://www.brn.cc

Bruno gosta de experimentar várias técnicas e não se limita a nenhuma em especial. “Trabalho com lápis de cor, canetinha, tinta, o que for”, diz. Para a Work in Progress, por exemplo, optou por uma mescla de vídeo e papel. Apresentará três projeções (um curta e dois vídeos em looping) e quadros feitos no computador e coloridos com tinta e lápis.

Destaque seu trabalho mais relevante ou exposição que já participou:
Participei da Mostra de Vídeo da Galeria Polinésia, do DOTMOV Festival (Shift), Exposição coletiva 1 metro (Coletivo Projétil) e da Adventures in Motion (One Dot Zero).

Seu tema recorrente e/ou inspiração:
Gosto de criar um organismo entre o digital e o papel.

Músicas/bandas que te acompanharão nesses dias que antecedem a exposição:
Blank Dogs

bruno b. dicolla

bruno b. dicolla

bruno b. dicolla

TIAGO DENARDI///WORK IN PROGRESS

July 24, 2009

tiago denardiTIAGO DENARDIhttp://flickr.com/photos/freime

Os trabalhos de Tiago misturam elementos gráficos com realistas. “Gosto deste equilíbrio de coisas diferentes”, conta. Para produzi-los, o artista usa tinta acrílica, guache, aquarela, lápis e canetinha. Na Work in Progress, seu projeto conta com telas pintadas com acrílica, desenhos de lápis em papel e uma incrível textura de madeira feita com tinta na parede do Cartel011.

Seu tema recorrente e/ou inspiração:
Física, geometria, realismo, surrealismo, razão.

Músicas/bandas que te acompanharão nesses dias que antecedem a exposição:
Versões das músicas da banda Mars Volta em piano.

tiago denarditiago denarditiago denarditiago denardi

DIMITRE///WORK IN PROGRESS

July 24, 2009

dimitreDIMITREhttp://www.dmtr.org

Dimitre cria a partir do contraste do “digital” que é a programação de computador e do “humano”.  Desenvolveu para a exposição um projeto de arte numérica interativa, a partir de programação. Além dessa parte tecnológica, ele também gosta fazer trabalhos com nanquim e pena.

Destaque seu trabalho mais relevante ou exposição que já participou:
FILE, Sonár, Emoção ArtFicial (São Paulo), Stuttgart Filmwinter, MediaRuimte (Bruxelas, Bélgica), Perspectives (Sofia, Bulgaria), Interactive Media Circle (Abu Dhabi, UAE), New Langton Arts (São Francisco).

Seu tema recorrente e/ou inspiração:
Observação das coisas. Sintonia.

Músicas/bandas que te acompanharão nesses dias que antecedem a exposição:
Blevin Blectum, Fennesz, Hypo, Lusine e Chango Rodriguez.

dimitre

BRUNO SHINTATE///WORK IN PROGRESS

July 23, 2009

bruno shintateBRUNO SHINTATE – http://www.flickr.com/photos/laydown

Bruno é um artista envolvido em fotografia, vídeo, som e ilustração. Gosta de atuar em diversas áreas. Seu projeto para exposição será feito a partir de uma técnica mista de infláveis e leds.
Destaque seu trabalho mais relevante ou exposição que já participou:
Participei das expos Individual Bruno Sintaxe (abril 2009), Feira Marginal (maio 2009), Coletiva MoMA (junho 2009). Todas foram realizadas no espaço Casa Da Xiclet.

Seu tema recorrente e/ou inspiração:
A natureza e os astros.
Músicas/bandas que te acompanharão nesses dias que antecedem a exposição:
Arthur Russell, Musical Youth, Morphine, Tortoise, Beirut, For Tet, Epicac Tropical Banda, Blondie e The Specials.

IAMANA///WORK IN PROGRESS

July 23, 2009

iamanaIAMANAhttp://www.iamana.org

Ana Helena Tokutake é aquariana, canhota e a idealizadora deste blog. Trabalha como ilustradora e vira-e-mexe aparece em bazares com camisetas da sua marca Zaïre.  Gosta de se dedicar a fazer pôsteres para festas de amigos e ultimamente está trabalhando com tinta acrílica e lápis 6B. “Mas gosto de lápis de cor também”, diz. Para a Work in Progress, a artista tem um projeto batizado de “Warm”, com quadros de roupas de inverno – “tudo bem quentinho” – e ainda uma blusa de tricô.

Músicas/bandas que te acompanharão nesses dias que antecedem a exposição:
Saint Vincent e Chad Vangaalen

iamanaiamanaiamana

LUÍSA AZEVEDO///WORK IN PROGRESS

July 23, 2009

LUÍSA AZEVEDOhttp://fleugma.com

Artista gráfica, faz diversos trabalhos para arte, moda e publicidade. Montou a Coletivo Projétil ao lado de Fernanda Brenner e Marines Mencio. Juntas, organizaram, em maio último, a exposição 1 metro em que participaram 25 artistas. Em seus trabalhos, utiliza técnicas como o uso do nanquim, chá, spray, grafite e tecido.  

Músicas/bandas que te acompanharão nesses dias que antecedem a exposição:
Honky Tonky (Arnaldo Baptista), Heart´s Delight (Buddy Miles), La Duchess Anne (Grizzly Bear), Rebellion (Lies) (Arcade Fire), I believe in you (Yacht) e Flores Horizontais (Elza Soares)

luísa azevedoluísa azevedoluísa azevedoluísa azevedo

MY.S///WORK IN PROGRESS

July 22, 2009

MY.Shttp://www.my-sss.com

Participam da Work in Progress as três sócias do estúdio MY.S. Elas são Maíra Fukimoto, Stephanie Marihan e Yara Fukimoto. Juntas há dois anos, as artistas se empenha nos mais variados trabalhos, desde ilustrações até belíssimas pinturas artísticas em paredes. Para a expo, cada uma apresentará um projeto. Yara prepara peixes em cerâmica, Maíra fará uma cristaleira e pintará pratos em porcelana enquanto Stephanie criará uma série de telas com o título Meus Corações.

Alguns dos trabalhos mais relevante e exposição que já participaram:
Projeto Patterns. JP: um livro de padronagens inspiradas no universo japonês e brasileiro.
Cutting Edge – Patterns and Textures (2008): livro publicado pela editora Mao Mao Publications.
Exposição Urban Arts (na livraria POP, 2009).
Exposição Shopping Villa Lobos /VISA (2009. Exposição Um Metro (2009).

maíra fukimotoMAÍRA FUKIMOTO

Seu tema recorrente e/ou inspiração: Traço orgânico, leve e cheio de linhas.

Músicas/bandas que te acompanharão nesses dias que antecedem a exposição:
Miles Davis, Radiohead, Smashing Pumpkins, Trilha Forrest Gump, Elliott Smith e MGMT.

maíra fukimotomaíra fukimotomaíra fukimotomaíra fukimoto

stephanie marihanSTEPHANIE MARIHAN

Seu tema recorrente e/ou inspiração:
O corpo feminino, sentimentalismo, traço contínuo.

Músicas/bandas que te acompanharão nesses dias que antecedem a exposição:
Madeleine Peyroux, Pixies, Kings of Convenience, trilha de Juno, First aid Kit, The Last Shadow Puppet, Los Hermanos e Cat Power.

stephanie marihanstephanie marihanstephanie marihan

yara fukimotoYARA FUKIMOTO

Foi em Buenos Aires que Yara encontrou a idéia principal do projeto que vai expor no Work in Progress. “Visitei um jardim japonês em Palermo onde havia um lago com carpas”, diz. “Todas estavam com a cabeça para fora da água, com a boca totalmente aberta.” A impressão de que os peixes estavam sufocados e pediam socorro logo a fez lembrar-se de sua própria condição em São Paulo. “Quis tocar no assunto da poluição que é algo que me irrita.”

Seu tema recorrente e/ou inspiração:
Coisas intensas da vida. Tom poético e sensível.

Músicas/bandas que te acompanharão nesses dias que antecedem a exposição:
Múm, Morrissey, Little Joy, Dick Farney, Ella Fitzgerald, Chico Buarque.

yara fukimotoyara fukimotoyara fukimoto